ARTWAY ARTWAY
Música Religiosa em Macau no Século XX

Música Religiosa em Macau no Século XX

18 EUR
Música Religiosa em Macau no Século XX
Os compositores e as suas obras vocais num contexto histórico único
Dai Dingcheng
Edições Colibri © 2018
--
Nos meados do século XVI, a música ocidental entrou num florescente período renascentista, orientado pelo saber do Humanismo. A música medieval católica teve um longo processo de formação, desde a monofonia à polifonia (Dai Dingcheng, 2000, p. 148), atingindo a idade de ouro da música modal, na sua forma típica a cappella (sacra ou secular). No mesmo período do século XVI, a cultura musical da China continental desfrutou de uma civilização chinesa bastante diferente, marcada pela música de corte, pela música folclórica, pela música de literato e pela música religiosa (Taoista e Budista). As múltiplas escolas de música formaram uma emocionante paisagem sonora.
Na fronteira com o mar do Sul da China, Macau era um pequeno e primitivo porto de pesca, quando recebeu pela primeira vez viajantes Portugueses. Após o ano 1553, os moradores desta aldeia piscatória observaram com curiosidade os novos colonos (Jin Guoping & Wu Zhiliang, 2002, pp. 47-68), mas não esperavam que a cultura da música católica se tornasse uma componente importante das múltiplas culturas de Macau. A partir de então, esta cultura musical não só é uma marca do sincretismo cultural entre a China e o Ocidente em Macau, como constitui também uma das principais origens do movimento de introdução da música ocidental.
--
242 páginas
ISBN: 978-989-689-725-3